Rotate your device!

Azeite
Cogumelos
A CARREGAR

Pão

O Pão constitui desde há milénios a base da dieta alimentar. A importância deste alimento está bem marcada pela sua inclusão em rituais religiosos, dizeres populares, construções e economia associadas.

Na génese do pão estão os cereais, predominantemente, na atualidade e em países ocidentais, trigo e centeio que representam 87% do total de cereais para grão do concelho de Mogadouro.

Trindade Coelho no seu “Os Meus Amores”

“…Quando chegou a hora da partida, o pai chamou o mais velho e disse-lhe assim:”

“Vê lá, filho, qual queres mais;
a minha bênção, ou um bocado de pão para o caminho?"

“Mais quero o pão.”

“Respondeu o filho mais velho…”

Os cereais são plantas da família das gramíneas (poáceas) cultivadas pelo grão comestível. A sua antiguidade e relevância estão bem patentes na génese da palavra que tem como origem Ceres, a deusa Romana da agricultura.

Ver video

O trigo

O trigo é, juntamente com o arroz e milho, o principal cereal a nível mundial. Mogadouro tem grandes tradições de cultivo de trigo que representa, apesar da crise do sector, cerca de 4 000 ha constituindo em muitos anos o principal concelho produtor da área transmontana. Trata-se de uma planta anual (Triticum aestivum L. sin. T. vulgare Vill.), com folhas compridas e com nervuras paralelinérveas, colmo oco, espiga de espiguetas sésseis e grão nu.

Em Trás-os-Montes, o principal trigo cultivado, não obstante a constante promoção de variedades ditas melhoradas, é o Barbela, apesar de não existir um circuito oficial de comercialização desta variedade. Isto deve-se às suas características de rusticidade, estabilidade da produção e valor da palha.

O centeio

O centeio (Secale cereale L.) é o segundo mais importante cereal panificável (500 ha no concelho) e também uma planta anual, muito semelhante ao trigo, com colmo mais fino, grão mais pequeno e frequentemente com tons esverdeados.

Apesar de a sua principal utilização ser a alimentação humana, os cereais têm muitas outras utilidades como a alimentação e cama de animais, atar molhos e, no passado, cobertura de telhados ou mesmo vestuário (croças).

O ciclo do pão / cereais

O ciclo do pão / cereais inicia-se com a produção da matéria-prima principal do seu fabrico – os cereais (farinha) – preparando o solo para a sementeira. As mobilizações a que o solo é sujeito para se fazer a sementeira são muito variadas dependendo das alfaias disponíveis, tipo e estado do solo, antecedente cultural e objetivos do agricultor. No passado, “assucava-se” o cereal, deitado à terra previamente “decruada” e “travessada”, por vezes mais do que uma vez, mondava-se e colhia-se á mão.